São Paulo terá várias atividades gratuitas nesta sexta, 25

As comemorações contarão com um bolo de chocolate, recheado com ganache, da confeitaria Carlo´s Bakery, do apresentador, chefe e empresário norte-americano Buddy Valastro, localizada na rua Bela Cintra. Lá o prefeito cortará o primeiro dos 465 pedaços do bolo,  que terá 50 quilos, 1,20m por0,80 cm, e o slogan “I Love SP”.

Já em frente ao número 300 da Rua Rui Barbosa, no bairro do Bixiga, na região central da cidade, será cortado o “maior bolo comunitário do mundo”, que terá cem metros de comprimento. O doce será composto por vários pequenos bolos, preparados pelos moradores da comunidade e servirá até 3 mil pessoas.

Representações artísticas e dança cigana no ‘Mercadão’

O Mercado Municipal Paulistano, o ‘Mercadão’, completa 86 anos. Os festejos têm início na sexta (25) e terminam no sábado (26), com apresentações dos grupos Maracatu, Bloco de Pedra, Forfé e Trovadores Urbanos, além de representações artísticas de rua e dança cigana. Lá também será oferecido um bolo de aniversário para o público, que terá cerca de meia tonelada.

Final da ‘Copinha’

O aniversário da cidade terá ainda a grande final da Copa São Paulo 2019 com a disputa entre São Paulo e Vasco, no Estádio do Pacaembu.  A competição, que na ocasião chega a cinco décadas, é organizada pela Federação Paulista de Futebol (FPF) com o apoio da Prefeitura Municipal de São Paulo, através da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME).  Teve início em 2 de janeiro e contou com a participação de 128 clubes, divididos em 32 grupos espalhados por 29 cidades do Estado de São Paulo.

A Copa São Paulo é disputada desde 1969 e é considerada  o principal  celeiro para  a descoberta de futuros craques do futebol brasileiro. Casagrande, Cafú, Rogério Ceni, Raí e os atuais jogadores da seleção brasileira Marquinhos e Neymar Júnior, que atualmente estão no Paris Saint Germain, são algumas estrelas do futebol que despontaram nas edições passadas da competição.

Visitas ao Edifício Martinelli

Quem quiser contemplar a vista da cidade durante o feriado, deve conferir as visitas monitoradas gratuitas ao Edifício Martinelli, na Rua São Bento, 405, que tem 30 andares. Para participar, basta fazer o credenciamento, que será realizado uma hora antes das visitações, que serão realizadas às 13h, 14h30, 16h, 17h30 e 19h.

O Edifício Martinelli foi idealizado em 1924 pelo imigrante italiano Giuseppe Martinelli, empresário do ramo da construção e navegação. Na época,  tinha a intenção de criar o edifício mais alto da América Latina, quando os prédios da cidade tinham, no máximo cinco andares. A construção teve início em 1924 e ficou pronta cinco anos depois. No topo do imóvel, Martinelli construiu sua residência.

Depois de ter sediado lojas, hotéis, cinemas e boates, foi ocupado por famílias de baixa renda entre as décadas de 60 e 70. O prefeito Olavo Setúbal desapropriou o edifício em 1975 e deu início à uma restauração que terminou em 1979. Hoje, o local é endereço de repartições municipais como Emurb e Cohab-SP.

A Prefeitura da capital preparou uma grande festa, que vai movimentar todas as regiões da cidade no próximo dia 25 com atividades gratuitas para todos os gostos e preferências reunindo música, teatro, dança, esporte, passeios, bolo e circo, além da primeira edição do Cidade do Futuro, evento de inovação, cultura e tecnologia que será realizado no centro histórico da capital. Todas as atrações respeitando sempre a diversidade e a pluralidade da maior cidade do País.

O coração da festa vai estar no Vale do Anhangabaú onde, no palco principal, vão se apresentar artistas dos mais variados estilos musicais: funk, gospel, samba, rap, pop, MPB, punk e rock’ n roll. O mestre de cerimônias Thiago Adorno comandará a festa até o encerramento, previsto para meia-noite. Cada show da programação tem uma história e dialoga com as múltiplas facetas de São Paulo. A ideia é contemplar atividades para toda a família e públicos de todas as idades. Destaque para Paulinho da Viola, Ludmila e Rael.

Nesse palco terá uma área reservada para pessoas com deficiência e toda programação traduzida em Libras.
Grandes festas da cena urbana da cidade, que também enfatizam a diversidade, ocuparão três palcos adjacentes, onde o público poderá curtir o som das festas que representam todas as tribos paulistanas.

Para valorizar o triângulo histórico do Centro da cidade, a Rua XV de Novembro recebe o palco Músicos do Futuro e Praça das Artes abre espaço para a música erudita.

As atrações ainda se espalham pelo Centro Cultural da Juventude, na Zona Norte, Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes, na Zona Leste e Casa de Cultura do Butantã, na Zona Sul.

Veja a programação musical completa http://www.capital.sp.gov.br/noticia/festa-dos-465-anos-de-sao-paulo-promove-diversidade-cultural-no-vale-do-anhangabau.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here