Sino Brasileiro deve ser descredenciado pela Amil

O plano de saúde Amil, um dos maiores do país, vai descredenciar hospitais a partir do dia 21 de junho, segundo e-mail enviado a clientes do plano neste sábado (27). De acordo com o comunicado, que não cita a quantidade ou o nome dos hospitais, “não foi possível chegar a um acordo com alguns hospitais e tomamos a decisão de substituí-los”.

 

Em nota, a operadora confirmou o fim da parceria com alguns hospitais “incluindo alguns da Rede D’OR”, mas não detalhou quantos nem quais.

“Os beneficiários continuarão a ter acesso a uma sólida rede de hospitais e provedores que praticam medicina baseada em evidência, com foco em melhores resultados de saúde”, completa a nota da Amil.

Em Osasco, a Rede D’OR é responsável pelo hospital Sino Brasileiro, logo o hospital será descredenciado.

Segundo apuração do G1, estão confirmados os descredenciamentos, junto à Amil:

  • Toda a Rede D’Or São Luiz no Rio de Janeiro;
  • Hospital Sino-Brasileiro, em Osasco (SP) – da Rede D’Or;
  • Hospital e Maternidade Brasil, em Santo André (SP) – da Rede D’OR;
  • Um terceiro hospital em São Bernardo do Campo (SP), cujo nome não foi confirmado à reportagem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here