Triste Partida do Gigante

E a Covid levou mais um gigante. Um cara que era bom em tudo que fazia. Na música e na TV. Era talento puro. O super educado Rodrigo Rodrigues partiu. O cara é um exemplo que eu sigo. Sempre teve opinião, mas nunca ofendeu ninguém por causa disso. Tinha classe e muito humor.

Certa vez escrevi que ele seria o apresentador perfeito para o “Vídeo Show” (que já estava fora do ar). Ele curtiu a ideia. Fiquei feliz. Ele que por anos apresentou o “Vitrine” da TV Cultura.

Um canal na internet que eu adoro é o “Alta Fidelidade”. Ele fez uma boa entrevista com o Rodrigo Rodrigues. Para quem quiser acompanhar…

https://www.youtube.com/watch?v=XASq4s7CrUg

Mudando de assunto…

Nos últimos três sábados, a Globo passou três bons filmes no horário da tarde, “O Guarda Costas”, “Jurassic Park” e “Uma Linda Mulher”. Muitos dinossauros na tela. Estava curtindo bastante. Adoro um filme antigo. Pena que a emissora já mudou de ideia. Estava tão bom.

Falando em filme…

Vários filmes estão sendo anunciados na Record. Interessante. Como disse, eu gosto de filmes velhos. O estranho é ver filme antigo sendo anunciado como se fosse algo fora do comum. Coisa de louco.

E uma novela que eu sempre gosto de assistir uns trechos no YouTube é…

“O Salvador da Pátria” (1989). Boa trama e que terminou revelando interessantes mistérios.

Sobre “A Escrava Isaura” na Record…

Estava muito claro que o assassino do Leôncio era o seu Chico. Nas suas várias reprises, o assassino mudou, mas o que vale é o primeiro.

E o gênio Silvio Santos…

O Patrão continua cortando o Chaves, aos domingos, para passar programas fracos. Chaves é superior. Não pode ser cortado por quase nada.

Mudando de assunto…

O clube de futebol contratou um ex presidiário para o cidadão exercer sua profissão. Que bom! Que todo ex presidiário tenha oportunidade. Criminoso famoso ou não. E empresa que não aceita patrocinar, mostra que é contra ressocialização.

Mudando de assunto (mais uma vez)…

Só para destacar que o “Ding Dong” do “Domingão do Faustão”, Globo continua sendo essencial. Muitos artistas esquecidos estão sendo lembrados. E, infelizmente, mutias imagens de arquivo são usadas quando um famoso morre.

Uma coisa que me incomoda?A Globo escala o Galvão Bueno para comentar qualquer assunto. Isso não é bom.

E minha saudade vai para…

O Bira. Músico que trabalhava no “Programa do Jô”, Globo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here