Afinal, ser ou não produtivo(a) na quarentena?

Colunistas Erica Rodrigues

Basta entrar nas redes sociais que você verá diversos posts sobre a quarentena, alguns estimulando a produtividade e outros com foco em acolher aquelas pessoas que não estão sendo produtivas, por exemplo:

  • Se você não sair dessa quarentena com uma nova habilidade, competência ou conhecimento, você estará em desvantagem;
  • Está tudo bem não sentir vontade de fazer nada, engordar, está tudo bem ficar desanimado(a) e não querer sair da cama.

O que eu te digo é: os dois lados estão certos, e os dois lados estão errados, precisamos ter a compreensão que ter o caminho do meio significa muitas vezes equilíbrio e não ficar em cima do muro, não precisamos estar nas extremidades, será o equilíbrio que irá manter nossa saúde mental e emocional.

Assistir todas as lives, ler diversos livros, fazer todos os cursos online que você comprou, limpar a casa todos os dias, entre outras atividades, precisa de atenção, ou seja, se você faz tudo isso e se sente bem, se sente útil, esquece os problemas, aumenta sua autoestima, está tudo bem! Por outro lado, tudo isso pode aumentar a ansiedade, sofrimento, angústia, sensação de incapacidade entre outros. Fazer tudo isso, porque estão dizendo que você ficará para traz e não por ser uma necessidade sua, pode ser arriscado emocionalmente.

Se você está acolhendo sua dor, respeitando seu tempo e seu limite, está tudo bem! Agora se você percebe que com frequência não sai da cama, tem tido dificuldade constante para se alimentar, ou tem se alimentado de tudo que vê pela frente, está com dificuldade de tomar banho, está atrasando as demandas do trabalho por indisposição, então é sinal de atenção e buscar ajuda pode ser uma boa recomendação.

Não fique buscando frases nas redes sociais para auto aprovar seus sentimentos e emoções.

O ideal é encontrar equilibro entre essas duas situações, se um dia você acordou mais triste, angustiado (a) é sim normal nesse período, acolhe suas emoções, porém segue a programação do seu dia, talvez com menos ritmo, menos acelerado(a) mas faça, porque assim você volta a ganhar disposição e energia.

Se tiver muito atarefado(a) e isso estiver te causando irritabilidade, cansaço físico e mental, dê sim uma pausa, se permita chorar, assistir uma série, ou simplesmente ficar largado(a) no sofá.

A inteligência emocional e nossa saúde mental, sempre estará conectada com o equilíbrio que levamos nossa vida!

Espero ter ajudado com essa matéria.

2 thoughts on “Afinal, ser ou não produtivo(a) na quarentena?

  1. Boa tarde adoro seus comentários foi perfeito, nesta quarentena eu me descuidei um pouco e absorvi muita informação negativa que me deixou angustiado porem levantei a cabeça e comecei cuidando das plantas observando canto dos pássaros e uma caminhada (com mascara e claro) para bom sol da manha e vivendo a vida dia após dia para não ficar muito ansioso, sou grato pela suas publicação.

  2. Oi João Luiz, aqui é a Psicóloga Erica.
    Fico muito feliz que goste do meu conteúdo, e é isso mesmo, vai no seu tempo e se respeitando, isso faz com que a gente se mantenha mais saudável mentalmente.

    Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *