Barueri quer acabar com o uso do papel na administração pública

Cidades Destaque

Na segunda-feira (dia 25), no Centro de Aperfeiçoamento de Professores (CAP) de Barueri, ocorreu uma reunião com todos os secretários da municipalidade para a oficializar o início do projeto “Barueri sem Papel”, empreendida pelo Centro de Inovação e Tecnologia (CIT). A iniciativa tem como objetivo eliminar o uso de papel, tanto entre os órgãos da administração pública quanto na relação da prefeitura com os cidadãos.

A reunião mostrou a atual fase do projeto e quais serão as próximas etapas. Jonatas Randal, administrador do CIT, contou que esta é a fase de mapeamento dos serviços de cada Secretaria, pois cada uma tem procedimentos específicos de trabalho e a primeira fase será compreender e mapear cada ação para que no início de abril seja feita a implantação oficial.

“Iniciamos o processo de gestão eletrônica de documentos. Vamos substituir os protocolos que existem hoje por toda uma inteligência artificial para tramitar de forma eficiente os nossos serviços públicos, tanto interno como externo. Isso é uma forma moderna que a Prefeitura de Barueri está empregando para se atualizar, principalmente nesse momento de transformação da nossa vida, do nosso dia a dia”, explicou Randal.

A apresentação do projeto foi feita pelo gerente de novos negócios da empresa Softplan, Alexandre Coelho Pereira. A empresa tem mais de 30 anos no ramo de tecnologia e foi a entidade ganhadora da licitação para a execução da iniciativa. Com um portfolio que inclui Sorocaba, Santa Cataria e o tribunal de justiça do Estado de São Paulo, Alexandre disse que deseja fazer dessa parceria com o CIT um verdadeiro sucesso.

“Fazendo uma analogia, assim como uma lagarta que vira borboleta, é uma mudança radical, a gente também vai fazer uma mudança radical na vida das pessoas e na organização da Prefeitura de Barueri, sem trauma, sem gerar problemas para ninguém, muito pelo contrário, trazer o conforto para o cidadão e trazer eficiência para o servidor que vai se sentir muito mais valorizado com o trabalho que ele vai realizar”, frisou Pereira.

Neste primeiro momento, o foco das operações está concentrado nas Secretarias de Administração e Saúde.

A secretária de Administração, Cilene Rodrigues Bittencourt, ressaltou a esperança de que o projeto tenha êxito em Barueri. “Acreditamos que em médio prazo veremos Barueri efetivamente sem papel, em especial já começando pela Secretaria de Administração. Fico muito feliz com a empresa SoftPlan, que pelo que vi é muito conceituada, transparente e que trabalha com órgãos públicos de primeira linha, como o nosso Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Já é um ponto muito confiável e que, com a competência do CIT, nós rapidamente chegaremos a um êxito em Barueri e teremos ainda mais orgulho de nossa cidade”.

Projeto inteligente e sustentável

O projeto “Barueri Sem Papel” é a transformação digital dos serviços públicos no qual os processos, atos, documentos passam a ser eletrônicos. Seu surgimento ocorreu pela necessidade de registrar de forma mais eficaz os documentos antigos da cidade e desenvolver um processo 100% eletrônico, no qual o documento nasce digital.

Para que essa mudança ocorra da melhor maneira, workshops com os servidores públicos devem iniciar em fevereiro. Essa será a primeira etapa do projeto, que tem a pretensão de abranger todas as Secretarias da cidade. A finalidade é desburocratizar, criar processos de tramitação e ainda gerenciar as demandas de forma virtual, facilitando o dia a dia da população e também dos servidores, além de garantir maior segurança no armazenamento desses dados e informações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *