Exploração

Colunistas Sem Mordaça

O governo federal com apoio da polícia, em vista do que está ocorrendo em nosso país com a pandemia do Coronavírus, deveria investigar as empresas que comercializam e as fornecedoras de álcool gel, máscaras protetoras e de luvas, examinando as notas de comercialização nos últimos meses de 2019 e obrigá-las a entregar os produtos pelos preços praticados anteriormente e que estas ganhem sim, com o aumento das vendas e não com a exploração do povo, principalmente os mais pobres, neste momento tão preocupante e até mesmo angustiante para a população brasileira.

Vale tudo

Na última terça-feira, em um restaurante de Osasco, aconteceu um encontro político entre o vereador De Paula (PSDB), que não esconde de ninguém a sua pretensão de concorrer a prefeito de Osasco em outubro próximo, com José Roberto, sindicalista, empresário, jornalista e militante do PC do B, agremiação onde já foi inclusive presidente do diretório municipal. E segundo Zé Roberto, na oportunidade De Paula o convidou para compor sua futura chapa como candidato a vice-prefeito. Caso isso ocorra, será algo inusitado, a união do centro e da esquerda na disputa eleitoral em Osasco.

Sossego
Leitor de Carapicuíba relata que na Avenida Eugênio, ao lado do número 57, bem no centro da cidade, há um lava rápido, que no último domingo (15) das 14 às 23h30, incomodou muita gente, um verdadeiro inferno com som alto, um pancadão. A pergunta do munícipe é esta: Será que eles tem alvará? E mais, a quem reclamar para que o fato não aconteça neste final de semana?

Olhai por nós
A pandemia do novo coronavírus além da doença e mortes resulta também no aumento do desemprego que já era grande e ainda, após a passagem do furacão, que deve durar alguns meses, com o país voltando à normalidade, após um longo período com a maioria das pessoas reclusas em suas casas e empresas fechadas, os governos federal, estaduais e municipais terão suas receitas abaladas, em conseqüência da diminuição da comercialização de produtos e serviços no período da pandemia. Resumindo: doenças, mortes, desemprego, recessão.

Caiu na rede
Já que as famílias foram orientadas, em virtude da pandemia do coronavírus, a permanecerem em suas casas para evitar o contágio, alguém postou na rede social este conselho: “Já que a grande maioria está em casa, aproveite para limpar o quintal e se prevenir contra a dengue. Vistorie e veja se não há água parada servindo para criadouro do mosquito da dengue”.

Definição


Prováveis candidatos a prefeito de Jandira e de Santana de Parnaíba nas eleições municipais deste ano, já contam com o apoio de uma das maiores lideranças da região, prefeito Rubens Furlan, de Barueri. Em Jandira, o médico Dr. Sato e em Santana de Parnaíba, o ex-prefeito e ex-deputado federal Silvinho Peccioli, são os preferidos de Furlan que também será candidato à reeleição para ocupar a cadeira de prefeito de Barueri pelo sexto mandato.

Vai ou fica
Está chegando a hora para vereador que concorrerá à eleição majoritária ou proporcional, que queira mudar de legenda sem perder o mandato. O prazo termina em quinze dias, ou seja, 3 de abril. Entre os atuais vereadores, por exemplo, a pergunta nos bastidores é para quais agremiações partidárias irão ou até mesmo ficarão nas atuais legendas, entre outros, os vereadores Toniolo, Josias da Juco, Cláudio da Locadora, Alex da Academia, Batista Comunidade, Daniel Matias, Jair Assaf, Lúcia da Saúde, Pelé da Cândida, Tinha di Ferreira, Rogério Santos e Ralfi Silva.

Desmonte

Nos próximos dias, tudo indica, que o vereador Toniolo (PC do B), líder do governo Rogério Lins na Câmara de Osasco, deverá deixar a legenda e filiar-se numa outra agremiação para concorrer à reeleição. O mesmo deverá acontecer com o atual presidente do diretório municipal do PC do B, Luís Carlos Soares de Oliveira, conhecido na cidade como Julião, atual Ouvidor da Prefeitura e que deverá concorrer a vereador.

Enfrentamento
O inimigo atual e comum a todos os brasileiros, independentemente de classe social, é o coronavírus. E para combater esse inimigo é preciso mais do que nunca, da compreensão de cada um sobre o perigo e o atendimento às medidas tomadas pelos governos federal, estadual e municipal. Povo unido jamais será vencido. Um por todos e todos por um!

Visionário

Nem tudo ocorre como está na letra de um sucesso de Raul Seixas, mas há algumas semelhanças com o momento atual, na música lançada em 1977 pelo compositor/cantor com o título “O Dia em que a Terra parou”. Algumas partes da música dizem assim:

Foi assim
No dia em que todas as pessoas
Do planeta inteiro
Resolveram que ninguém ia sair de casa
Como que se fosse combinado em todo
o planeta
Naquele dia, ninguém saiu de casa, ninguém
ninguém

O empregado não saiu pro seu trabalho
Pois sabia que o patrão também não tava lá
Dona de casa não saiu pra comprar pão
Pois sabia que o padeiro também não tava lá
E o guarda não saiu para prender
Pois sabia que o ladrão também não tava lá
E o ladrão não saiu para roubar
Pois sabia que não ia ter onde gastar

E nas igrejas nem um sino a badalar
Pois sabiam que os fieis também não tavam lá
E os fieis não saíram para rezar
Pois sabiam que o padre também não tava lá
E o aluno não saiu para estudar
Pois sabia o professor também não tava lá
E o professor não saiu para lecionar
Pois sabia que não tinha mais nada pra ensinar

O comandante não saiu para o quartel
Pois sabia que o soldado também não tava lá
E o soldado não saiu pra ir pra guerra
Pois sabia que o inimigo também não tava lá
E o paciente não saiu pra se tratar
Pois sabia que o doutor também não tava lá
E o doutor não saiu pra medicar
Pois sabia que não tinha mais doença pra curar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *