Homem acusa PMs de agressão em Carapicuíba

Capa Cidades

Um homem acusa policiais militares das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (ROTA), batalhão de elite da segurança de São Paulo, de agredi-lo e torturá-lo dentro da viatura. A agressão aconteceu na última quinta-feira (7), na frente da casa da vítima, em Carapicuíba (SP).

Carlos Martins dos Santos, 39 anos, estava passeando com a filha de 1 ano e 4 meses e a sobrinha, de 3, quando foi abordado pelos agentes. A vítima denunciou o caso à Corregedoria da PM paulista por agressão e abuso de autoridade na segunda (11). Imagens gravadas por quem estava por perto mostram a ação violenta dos policiais.

Em um dos vídeos, a vítima está com as mãos para trás quando um agente desfere um soco no rosto de Carlos. Depois, ele é imobilizado e derrubado no chão. Os PMs teriam circulado com ele por mais de uma hora, quando foi ainda mais agredido.

Em entrevista, Santos afirma que foi ameaçado e não sai mais de casa nem para trabalhar, com medo de represálias. O agredido já cumpriu pena por roubo e homicídio e saiu da prisão há dois anos. Conseguiu emprego como ajudante geral na prefeitura de Osasco e, de acordo com ele, estava voltando do trabalho quando foi abordado.

Um inquérito foi instaurado para investigar a conduta dos policiais. Eliseu Soares Lopes, ouvidor da PM, afirmou que a situação é inaceitável e criticou a conduta dos agentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *