Kassab cidadão osasquense

Colunistas Nilson Martins

Ex-ministro e ex-prefeito de São Paulo, bem como fundador do PSD, Gilberto Kassab, estará em Osasco na segunda-feira (9) para receber, numa sessão solene da Câmara Municipal, o Título de Cidadão Osasquense, autoria do vereador Josias Nascimento (Josias da Juco). Pela primeira vez o Legislativo promove uma sessão solene para a entrega de três títulos, pois além de Kassab, a solenidade terá o veterano político, ex-vereador Sérgio Tsuyoshi Yamato (autor Fumio Miazaki) e o atual secretário de Obras Lau Alencar (autor Amando Mota), presidente do PSD em Osasco. A sessão solene acontecerá no Teatro Municipal Gloria Giglio com previsão de início marcado para as 19 horas.

 

O vai e vem
Uma semana marcada por conversas de troca de secretários e nomeação de outros. Mas segundo alguns, está mesmo confirmada a nomeação de Waldyr Ribeiro (Podemos) que, a convite do prefeito Rogério Lins, volta para a secretaria de Obras. Dizem até que a portaria de nomeação sai na próxima semana. Lau Alencar já nos confirmou a saída da Obras mas, sem definição, ainda, para onde vai. Esse retorno de Waldyr causou muitos apoios e protestos de alguns por achar que o ex-prefeito Jorge Lapas (PDT) não poderia de forma alguma ter mediado tal conversa com o prefeito foi até chamado de traidor nas redes sociais. Se bem que é a tal rivalidade política que sempre permanece, sem ao menos atentar que o importante é a cidade.

Foi apenas um almoço 

Outra informação que fomos confirmar “in loco” foi a ida e/ou retorno da vereadora Ana Paula Rossi à secretaria de Educação de Osasco. Os comentários se fortaleceram muito depois que uma foto de Ana Paula e Rogério Lins foi divulgada, onde aparecem num restaurante local almoçando. “Almocei com o prefeito na quarta-feira (4)”, confirmou a vereadora por telefone que aproveitou para desmentir ter recebido convite para retornar ao comando da Educação. “Conversamos várias questões, mas não houve esse convite. As pessoas deduzem quando vê a gente conversando e definem suas conclusões”, disse a vereadora.

 

Não deu em nada
Uma Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público de Osasco, em que questionava o uso de carros alugados para os vereadores, acaba de ser considerada extinta. A decisão foi do juiz José Tadeu Picolo Zanoni da 1ª Vara da Fazenda Pública. Na ação, em que estão citados os ex-presidentes do Legislativo Aluísio Pinheiro, Antonio Toniolo e Jair Assaf, a empresa GW repassava veículos para os todos vereadores da Casa, porém, tais automóveis não estavam em nome da empresa vencedora da licitação. O contrato ainda foi renovado por mais dois presidentes: Toniolo e Assaf, com isso até houve a indisponibilidade dos bens dos requeridos. Na decisão do juiz José Tadeu, ele entende não haver irregularidades na contratação, muito menos nos aditamentos não vislumbrando a improbidade administrativa aos ex-presidentes Toniolo e Jair Assaf. Com isso, excluiu ambos por falta de legitimidade e contra os demais requeridos julgou extinta a ação por não vislumbrar qualquer ilegalidade.

 

União fazendo a força 

Na última sexta-feira, 30 de agosto, com uma iniciativa da Ordem dos Emancipadores de Osasco juntamente com a Associação Comercial e Empresarial de Osasco um jantar com o meio empresarial da cidade, prefeito e ex-prefeitos chamou a atenção. Um encontro com cerca de 400 pessoas no salão da Associação Atlética Floresta, no centro de Osasco. Um ato que entra para a história da cidade onde teve a presença do Presidente do Bradesco e o vice. Na foto, à esquerda José Geraldo Setter, presidente da Ordem; presidente e vice do Bradesco, Octavio de Lazari Jr e Cassiano Ricardi Scapelli e Lazaro A. Suave vice-presidente da Ordem.

Em defesa de Doria 

O vereador de Osasco, De Paula (PSDB), ficou revoltado com as agressões verbais do presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) e de imediato saiu em defesa do governador de São Paulo João Doria (PSDB). Na última quarta-feira (4), em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, Bolsonaro afirmou que Doria é uma “ejaculação precoce”, ao que parece estava se referindo à possibilidade de o ex-prefeito disputar a eleição presidencial de 2022, e o vereador considerou a frase desrespeitosa. “Bolsonaro está mais preocupado com a reeleição do que governar o país. Esses constantes ataques à figura do governador João Doria não acrescentam nada ao Brasil, muito pelo contrário”, desabafou o vereador.

 

Réplica 

Em defesa de Bolsonaro o presidente do PSL de Osasco Alexandre Bussab criticou a posição do vereador. “Deveria se preocupar por trabalhar mais por Osasco. Como presidente municipal quero repudiar as declarações do vereador De Paula em relação ao presidente Jair Bolsonaro”, contestou. Mais à frente criticou Doria, afirmando que diferentemente do governador, Bolsonaro começou um mandato e vai terminar. “Não abandona o posto”, disse. Enfim, uma disputa de prováveis pré-candidatos a prefeito da cidade, já que De Paula vem garantindo vencer as prévias do partido ano que vem.

 

Pobres GMs 

O presidente do STF, Dias Toffoli e demais ministros classificaram de não risco a atividade profissional de Guarda Municipal. E em decorrência desse entendimento, a categoria não faria jus a tão almejada aposentadoria especial. Um protesto de guardas municipais de várias cidades do país está sendo articulado, algo que pode suspender o serviço de policiamento e passar a atuar tão somente na proteção dos bens patrimoniais, serviços e instalações municipais, tal qual quando foi criada. O presidente do Conselho Nacional das Guardas Municipais, Alexandre Braga, não descarta a possibilidade e apoia a categoria para deixar de atuar no reforço à Segurança Pública. Para o comandante da Guarda Municipal de Osasco, Raimundo Pereira Neto (foto) existe a possibilidade de ser revertida essa situação. “Ontem o senador Major Olímpio incluiu na PEC 2 da Reforma da Previdência a inserção do artigo que nos beneficia. Vamos torcer”, esclareceu o comandante de Osasco.

 

Teruel para prefeito

Recentemente o prefeito de Barueri, Rubens Furlan, esteve em visita ao prefeito de Osasco. Estava acompanhado da filha Bruna e do seu vice Beto Piteri; todos do PSDB. “Fui pra desejar os parabéns pelo seu aniversário”, disse o prefeito. Pois bem, dias depois uma nota do cantor e ativista religioso Fabio Teruel afirma que por convite de sua presidente nacional do Podemos; a deputada Renata Abreu e do prefeito de Osasco Rogério Lins, do mesmo partido, resolveu sair candidato a prefeito, ano que vem em Barueri. Em resposta a um periódico local, o prefeito Furlan respondeu que: “Não é surpresa essa candidatura, pois ele tem ciscado por aqui”. E o ano eleitoral nem começou.

1 thought on “Kassab cidadão osasquense

  1. A respeito do título de cidadão osasquense a ser concedido ao Sr. Kassab, gostaria de saber o que efetivamente ele fez pela cidade de Osasco. Salvo engano de minha parte, ele não deve ter feito absolutamente nada; portanto, acredito que os nobres vereadores deveriam homenagear pessoas que efetivamente participam da vida do nosso município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *