Mais segurança

Diz o ditado que em time que está ganhando não se mexe, e o prefeito de Osasco, Rogério Lins, está levando a sério a segurança municipal na cidade. Claro que houve muitos investimentos com viaturas poderosas e motos. Mas a queda da criminalidade em Osasco mostra que toda a engrenagem comandada pelo experiente coronel da Polícia Militar José Virgolino de Oliveira vem dando certo. Tão certo que essa semana o prefeito anunciou mais investimentos na área.

 

Dobrar os investimentos

“Assinamos a ampliação dos nossos investimentos em segurança pública, com isso poderemos aumentar em 100% o efetivo da ROMU, contratando novos GCMs, além de novas viaturas, e novos e modernos armamentos”, postou nas redes sociais. Os óbvios motivos é que índices de criminalidade vem caindo a cada dia. “Continuaremos aumentando nossos investimentos para fazer de Osasco uma cidade cada vez mais segura para todos”, garantiu o prefeito.

 

Até quando?

Eu havia prometido não mais escrever nesta página sobre a atuação de determinado vereador que reside na Vila dos Remédios; um ex-secretário de Esporte do governo anterior, que agora, não se sabe por quais motivos, vem reincidentemente promovendo graves agressões verbais a seus colegas vereadores, a nós jornalistas, secretários municipais e ao prefeito.

 

Desrespeito e afronta

Rogério Lins na segunda-feira, esteve na realização da Audiência Pública sobre Prestação de Contas da Secretaria de Saúde. E foi ali, há poucos metros enquanto ele falava da tribuna, que o vereador iniciou suas bravatas e descontrole emocional. Me envergonha até citar aqui a grosseria e obscenidade do ex-nobre edil, visto em vídeo pelas redes sociais. As consequências e rescaldo do ocorrido será decidido pelos pares; primeiramente pela mesa diretora e depois pelos demais. “Já podemos cassar, o regimento interno permite. Não há necessidade da Comissão de Ética”, disse o presidente Ribamar Silva aos jornalistas presentes na ordinária de terça-feira. É certo que se não pode agir sozinho. “Temos que, primeiramente, reunir a mesa e depois falar com os demais. Mas prometo a vocês que neste mês criaremos a tão esperada Comissão de Ética. Se não houver, podem me cobrar no dia 31 de outubro”, esclareceu o presidente.

 

Mais mulheres

Neste sábado, a deputada federal do Partido Novo, Adriana Ventura estará participando de um café da manhã em Osasco. Em destaque, falará sobre o financiamento e papel da mulher na política. O encontro ocorrerá no Premiun Office na Rua Machado de Assis, 797 – Centro de Osasco, a partir das 9 horas. A cobrança da entrada para o vasto Café da Manhã e a palestra será de 30 reais com direito a um acompanhante. Adriana é professora de Empreendedorismo na Fundação Getúlio Vargas. Para ela, visitas como a de Osasco, servirá para motivar a entrada de mais mulheres na política. “Na última eleição, 25% dos votos foram oferecidos às mulheres, motivos de aumento expressivo nas cadeiras da Câmara Federal”, disse.

 

Supremo anula exonerações em Barueri

Mais que certo, o prefeito de Barueri andava muito preocupado com a decisão do Tribunal de Justiça de São em que obrigava ele, Rubens Furlan, a exonerar quase 2 mil servidores apenas numa canetada. A decisão do TJ estava embasada num pedido do Ministério Público e veio através do desembargador José Damian Machado Cogan que suspendeu a lei de 2017 que regulamentou as contratações sem concurso público. A legislação federal determina que sem o concurso público só podem ser nomeados cargos de seção, chefia e assessoramento. Praticamente o mesmo problema que ocorre em Osasco e quem vem sendo ajustado.

 

Duas mil famílias

Em boa hora o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, concedeu, na noite desta quarta-feira (2), uma liminar suspendendo a demissão dos 1.948 servidores comissionados da Prefeitura de Barueri. Toffoli considerou que o cumprimento imediato da Ação Direta de Inconstitucionalidade decidida pelo Tribunal de Justiça de São Paulo traria graves prejuízos à população. Para o presidente do Supremo Tribunal Federal, haveria impacto em pastas sensíveis, como saúde, segurança pública e assistência social, e o prejuízo à continuidade das políticas públicas e da prestação dos serviços públicos essenciais.

 

Lindoso e o PRB

Por enquanto boatos, mas ouve-se muito entre formadores de opinião que a ida do vereador Elissandro Lindoso, recentemente a Brasília foi pra decidir seu futuro político. Mais votado nas eleições de 2016, se tornou presidente da Câmara. Agora anuncia que quer mesmo ser prefeito da cidade. Filiado ao PSDB, Lindoso percebeu que sua vontade corre riscos. Dentro do partido ele terá uma dura missão pela frente. Vencer as vontades de seus colegas De Paula e Didi e, correndo por fora está o ex-vereador e médico André Sacco. E tem ainda o presidente do partido na cidade o ex-prefeito Silas Bortolosso; todos querendo ser prefeito. Por isso, dizem que voltou de Brasília com a presidência do PRB no bolso. Se verdade, deverá mudar a executiva e nem precisar concorrer com prévias para realizar sua vontade em candidatar-se a prefeito. Muitos boatos não eram boatos. Talvez esse também não seja.

 

ENEL faz acordo e De Paula comemora

Presidente da Comissão de Obras e Administração Pública da Câmara Municipal de Osasco, De Paula (PSDB), comandou nesta terça-feira (1º), a segunda reunião entre vereadores e seus assessores, com representantes da ENEL (ex-Eletropaulo), responsável pelo fornecimento de energia elétrica na cidade. Durante o encontro, os parlamentares encaminharam suas demandas e receberam justificativas e respostas da empresa sobre soluções para problemas existentes no município. Chamou atenção a promessa de zerar as podas de árvores, entre os fios elétricos. Presente, a Coordenadora de clientes públicos da ENEL, Nadja Regina de Souza afirmou que as podas sempre que realizadas é mediante laudo técnico emitido pela secretaria de Meio Ambiente. Importante foi o compromisso de resolver o problema definitivamente até o mês de novembro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here