Rogério Lins diz que não precisará mais vender terreno para construir fórum

Capa Política

Durante um evento realizado pela Associação Paulista dos Técnicos Judiciários (Apatej) na noite desta segunda-feira, 5, o prefeito de Osasco Rogério Lins anunciou que não precisará mais vender terrenos da cidade para a retomada das obras do novo fórum. “A gente ia vender o terreno da CMTO para construir o Hospital da Criança e as obras do fórum, mas graças a Deus a gente conseguiu um “recurso extraordinário” da Prefeitura. Coisa de Deus mesmo, que a gente não contava. E a gente vai conseguir [retomar as obras] sem vender o terreno da CMTO”, discursou.

Lins não detalhou que “recurso extraordinário” seria esse, mas a informação extraoficial é de que seria uma “sobra” do orçamento municipal de 2019. “A gente publicou o Edital de Licitação e não tem mais como parar”, continuou.

O prefeito parabenizou ainda a Apatej pelos seus 25 anos e destacou que a entidade lhe abriu os olhos para a necessidade de retomada e conclusão das obras do fórum de Osasco. “A Apatej é uma entidade muito séria e que tem dirigentes que lutam pelos servidores. Eu tenho essa dívida de gratidão. Se hoje a gente comemora uma licitação que vai concluir as obras do fórum, isso foi originário em discussões com a Apatej”, declarou.

No segundo semestre de 2018 o prefeito Rogério Lins chegou a anunciar que um terreno da Companhia Municipal de Transportes de Osasco (CMTO), localizado no Jardim Wilson, seria vendido para levantar verba para a retomada das obras do fórum, paralisadas desde 2015 por falta de verba.

A proposta recebeu aprovação da Câmara Municipal e a licitação foi aberta.

O edifício de 13 andares está 58% pronto, mas sofre deterioração diária por conta das intempéries. A expectativa é que sejam gastos cerca de R$ 30 milhões para conclusão da obra e que fique pronta em até 12 meses após sua retomada.

Vinte e cinco anos 

O evento realizado pela Apatej na segunda-feira, 5, tinha como objetivo celebrar seus 25 anos de fundação e dar posse à nova diretoria, que irá comandar a entidade pelos próximos 4 anos.

Mario José Mariano, o Marinho – que presidiu a Apatej nos últimos oito anos e que conduziu o cerimonial – enfatizou as conquistas obtidas pela entidade nos últimos anos, como a construção e entrega da sede própria e a recente aquisição de um terreno onde será construída uma colônia de férias para os associados.

Já o presidente eleito, Marcos Leite Penteado, o Marquinhos, destacou que o Brasil vive dias bastante difíceis em termos políticos e econômicos, e que espera contar com o apoio de todos nesta nova caminhada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *