Simony dos Anjos é a única mulher candidata à prefeita de Osasco

Destaque Política

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) lançou oficialmente, com o apoio de entidades sindicais, movimentos sociais e líderes religiosos, o nome de Simony dos Anjos como candidata a prefeita em Osasco. A chapa, formada com o PCB, conta ainda com 19 candidaturas a vereador e tem como slogan “Por uma Osasco Popular “.

Simony, que é mestre em Educação e doutoranda em Antropologia, terá como vice Gilmar Soares, professor graduado em Ciências Sociais e História, e militante em movimentos sociais desde a década de 1970. Negra, evangélica e feminista, Simony é a única mulher a disputar a Prefeitura este ano.

“Chega de políticos que trabalham apenas para os mais ricos. Estamos aqui para combater a corrupção sistêmica, rever contratos que prejudicam o povo de Osasco, principalmente na área da Saúde e da mobilidade urbana, e realizar um governo aberto, com ampla participação popular através de conselhos gestores nos bairros”, afirma Simony, que promete dar vez e voz a toda à população durante seu mandato e criar um programa de transferência de renda voltado para as mulheres que são mães.

O lançamento também contou com a participação de representantes religiosos – inclusive de matriz africana – sindicalistas e de conhecidos políticos do PSOL, como os deputados federais Edmilson Rodrigues, Ivan Valente e Sâmia Bomfim, e estaduais Mônica Seixas, Isa Penna e Carlos Gianazzi.

Juninho, presidente estadual do partido, também expressou seu apoio à candidatura de Simony. “Esse é um momento histórico para Osasco. Nossa chapa representa a força dos trabalhadores e trabalhadoras, dos oprimidos, das mulheres, dos LGBTQIA+. O PSOL é a alternativa ao avanço das ideias ultraconservadoras, do fascismo e do bolsonarismo. É possível construir um governo com participação popular e transparência, e Simony dos Anjos está preparada para liderar este processo”, avaliou.

Representando o mandato coletivo Poder Popular, do PCB, o co-candidato a vereador Fabrício Gavetti salientou a satisfação em caminhar ao lado do PSOL por uma Osasco mais inclusiva e democrática. “Para o PCB, a melhor forma de combater o poder central do capital é a organização de base, até mesmo nas igrejas. Apoiamos a Simony pq nossa luta não está nada distante dos valores que ela defende”.

Por fim, o candidato a vice-prefeito, Gilmar Soares, reforçou uma das principais bandeiras do PSOL: a completa transformação de uma sociedade até então machista, conservadora e patriarcal. “Nosso partido apresenta uma candidatura que quebra todos os tabus, tendo à frente uma mulher negra, evangélica e periférica e um vice cadeirante. Convido a todos para, juntos conosco, conquistar nosso espaço e escrever uma nova história para Osasco”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *