Televisão que me faz sorrir

Colunistas Márcio Torvano
Até outro dia…

Eu gostava do “The Voice Brasil”, Globo, apenas da primeira fase. Aquela do jurado virar ou não a cadeira. Agora nem isso. Já estou enjoado.

Apesar de que seria legal um programa de calouros apenas com aquela fase das cadeiras girando.

Uma coisa nada a ver, mas…

Torcedor de futebol vive pensando que jornalista esportivo é médico. É cada pergunta boba. E eu faço questão de não responder. Não dou pitaco em assunto que eu não entendo.

Só não é pior do que quando o jornalista esportivo acha mesmo que é médico. Aí tudo se complica.

E o que sempre cito…

Hoje foi mais um dia que eu não xinguei e nem ofendi nenhuma autoridade. Sempre tive muita educação.

Sem falar que eu dou opinião, não discuto opinião.

Mudando de assunto…

Fico bem irritado quando perco a “Escolinha do Professor Raimundo”, Globo. Neste momento estou assistindo o último episódio. Sempre demais.

Só lamento que a Dona Capitu não apaga mais a lousa. Lamentável.

E dia desses…

Uma jornalista reclamou de uma questão feita pelo gênio Silvio Santos no “Jogo das Três Pistas”. Só para lembrar que minha mãe ama o Patrão. E por essas perguntas que ela gosta mais e mais. Ri muito.

Voltando para os programas que eu não aguento…

Não consigo assistir nenhum “Master Chef” da Band. Não sei bem o motivo, mas nunca assisti um. Sem falar que eu nunca sei quando é algo novo, ao vivo, gravado, final… Sei lá. Acho bem confuso.

Nas reprises da Record…

“Bela, A Feia” continua ótima e “Caminhos do Coração” continua ruim demais.

Aproveitando…

Outro dia, li que a Globo está pensando em reprisar “Êta Mundo Bom!”. Foi uma ótima novela, mas acho muito cedo uma reprise. Foi exibida originalmente pouco mais de três anos. Outras histórias antigas merecem mais um repeteco.

E como toda semana…

Mais uma perda para o Brasil. Morreu Fernanda Young. Para quem gosta de escrever igual minha pessoa, é uma tristeza. Ela era uma referência. Fernanda Young morrer não é algo “Normais”.

E para fechar…

Saudade do Rogério Cardoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *