A importância do silêncio

Colunistas Erica Rodrigues

Você limpa a casa com o rádio ligado? Treina com fone de ouvido e algum podcast ou música rolando? Ou na academia que você treina, na esteira rola uma série? Você dirige com o rádio do carro ligado? Se está em um transporte público, quase certeza que você está de fone de ouvido, e hoje em dia que até caixa de som impermeável tem para você tomar banho ouvindo alguma coisa né?

Já experimentou fazer tudo isso em silêncio? Não? Então te digo: EXPERIMENTE!

O silêncio em um primeiro momento pode ser ensurdecedor, contraditório né? Mas te digo que não!

Ficar em silêncio no começo pode ser ruim para muitas pessoas, afinal de contas, deixar o cérebro funcionar, sentir e entender o que está pensando pode incomodar, já que muitas vezes as pessoas colocam músicas, poadcast, séries, exatamente para isso mesmo, fugir delas e de seus pensamentos.

Muito do estresse, esgotamento mental, aquele cansaço no final do dia, angústia entre outras emoções e sentimentos, tem sido relacionado com a quantidade de estímulos audiovisuais que temos no dia a dia, fora os barulhos que são normais no cotidiano, como conversas no trabalho, buzina dos veículos, reforma na casa do vizinho, entre outros, dessa forma os momentos de ficar quietos e introspectivos que é tão importante para a saúde mental estão ficando cada vez mais escassos.

O silêncio e o isolamento intencional (não esse que estamos no momento) se faz necessário para provocar a autorreflexão, que é tão importante para o desenvolvimento e aprendizagem humana. As vezes não conseguimos descrever o que estamos sentindo, não conseguimos perceber que estamos ficando doentes física ou mentalmente, porque não estamos em silêncio, não estamos prestando atenção no nosso corpo e na nossa mente.

Segundo a Associação Americana de Psicologia, o silêncio permite que possamos descontinuar de maneira saudável as atividades que vínhamos fazendo e, ao agir assim, podemos “reiniciar” nosso cérebro, reabastecidos de foco e de renovada concentração, o que faz aumentar, obviamente, a produtividade e criatividade.

Para experimentar o silêncio, deixo essas dicas:

  • Acorde e não olhe o celular;
  • Faça as coisas em casa sem estímulo audiovisual;
  • Deixe seus pensamentos fluírem, da mesma forma que eles vêm eles vão;
  • Se concentre apenas na atividade que está fazendo.

Tenho quase certeza que com essas 4 dicas, você já irá perceber uma melhora no seu humor, disposição, atenção, criatividade e foco no seu dia a dia.

Espero ter te ajudado de alguma forma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *