Quantas vezes você começou fazer algo e não terminou?

Quantas vezes você começou fazer academia e parou? Começou um curso, mas duas semanas depois viu que não era bem aquilo que queria e trancou a matrícula? Ou sabe aquele seu sonho de tocar um instrumento musical? Então, você contratou um professor particular, mas algumas aulas depois, parou, e como a maioria dos brasileiros imagino você também tentou o curso de inglês, mas não rolou né?

Então, psicologicamente falando podem existir diversos fatores que te levam agir assim, eu sei, você entrou nessa matéria achando que teria uma solução rápida, mas sinto muito em lhe informar, a vida é muito mais complexa do que parece, nem tudo que serve para um serve para o outro, e não existe resposta pronta para viver, inclusive esse pode ser um dos motivos que te fazem não terminar o que se prontificou a fazer.

Você quer coisas rápidas, resultados instantâneos e como na maioria das vezes não eles não aparecem, você desiste. Essa desistência inclusive pode infelizmente te impactar, impossibilitando você de alcançar o sucesso que você espera, a felicidade que deseja ou até mesmo a abundância financeira.

Esse modo de pensar e se comportar pode ser decorrente de várias crenças que te foram enraizadas ao longo da vida e até mesmo da ansiedade, é necessário você ter atenção, pois ela pode te levar a um ciclo longo, te deprimindo no decorrer do percurso.

É mais ou menos assim:

Você pensa: Vou começar a academia.

Vai lá, faz a matricula, compra uma roupa apropriada, começa todo(a) empolgado(a), então seu corpo começa doer, te falam que para ter um resultado melhor precisa se alimentar adequadamente, você já começa achar complicado demais, e para, desiste de cuidar da sua saúde física, mental e estética que é tudo que a atividade física proporciona. Em seguida você pensa:

É eu não presto para nada mesmo, nunca termino o que começo (iniciando um estágio deprimido, isso ainda não é depressão tá?)

Se houver frequência nesse ciclo citado acima, então você pode deprimir.

Ah, legal Erica, obrigada pela explicação, mas e aí? O que devo fazer?

De novo, não tem receita de bolo, você pode buscar um livro de autoajuda e dar certo, você pode fazer um curso de desenvolvimento pessoal e dar certo, mas o melhor e que é comprovado com eficácia científica é a terapia com psicólogo. Cuidar da sua saúde mental está longe de ser “frescura” é saúde, assim como ir ao médico.

Espero ter te ajudado a refletir.

1 COMENTÁRIO

  1. Sensacional e se conteúdo! Principalmente pelo momento em que estamos vivendo… Quantas vezes mediante ansiedade começamos algo e não conseguimos concluir?!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here