Quem sai e quem fica?

Já começaram apostas sobre quantos e quais atuais vereadores de Osasco serão reeleitos nas eleições do próximo ano. A vantagem de atuais ocupantes de cadeiras no legislativo sobre os demais candidatos, que vão disputar as eleições é o tempo curto da campanha, praticamente 45 dias, mas em contrapartida, muitos eleitores mostram insatisfação com alguns vereadores que receberam seus votos em 2016.

Mais do que justo

Na sessão ordinária na Câmara de Osasco do último dia 14, por unanimidade, foi aprovado projeto apresentado à Casa pelo vereador Jair Assaf e tendo os vereadores Toniolo, Daniel, De Paula, Guide e Didi como coautores, e com isso, a partir de agora, vereador que faltar a uma sessão ordinária terá desconto de R$ 500,00 em seu subsídio e ainda, vereador que sem justo motivo deixar de comparecer às reuniões das comissões permanentes, também sofrerá a mesma penalização.

Precavido

Preparando terreno no caso de necessidade de deixar o PSDB, em virtude de alguns filiados também demonstrarem intenção de concorrer à prefeitura de Osasco em 2020, o vereador Dr Lindoso conseguiu emplacar sua esposa Loraine Lindoso como a nova presidente municipal do diretório do partido Republicanos e com isso, caso não consiga legenda entre os tucanos para poder disputar o trono do Bussocaba, Lindoso terá caminho aberto no Republicanos. Com essa alteração no cenário político de Osasco, quem deverá deixar o partido Republicanos é o vereador Ricardo Silva que compõe a base de apoio do prefeito Rogério Lins.

Esteios
O vereador e médico Dr. Lindoso (PSDB) em sua pretensão de concorrer à prefeitura de Osasco no próximo ano, contaria com o apoio de três agremiações políticas, a saber: PRB (Republicanos), PMB (Partido da Mulher Brasileira) e PROS (Partido Republicanos da Ordem Social). Isto é, se as eleições fossem hoje mas até lá muita coisa pode mudar.

Terra fértil
É visível, especialmente no centro de Osasco, o aumento de barracas, carrinhos, bancas e afins de “comerciantes“ legalizados ou não pela prefeitura. Provavelmente a legislação municipal deve ser “fraca”, facilitando esse tipo de comércio, ou a fiscalização é inoperante ou até mesmo, como é voz corrente no meio, devem ser apadrinhados de alguns políticos, daí a facilidade na instalação e manutenção de seu comércio.

Determinado

Rogério Gomes da Silva, conhecido em Osasco como “Gomes”, é ex-funcionário da prefeitura e hoje se encontra desempregado. Há 35 anos em Osasco, Gomes atualmente tem um objetivo, ser candidato a vereador pelo PTB nas eleições do próximo ano e para isso vai colocar seu nome à disposição junto à agremiação política.

Se a moda pega
Já virou praxe na Câmara de Osasco, a decretação de um novo formato de “feriado” para seus funcionários e o motivo sempre alegado é que os prédios que abrigam o legislativo serão dedetizados. E coincidentemente esse serviço será sempre realizado num dia útil. É sabido que hoje há dedetização sem que haja odor e nem a necessidade de se ausentar no local.

“Tamo junto”

Há comentários pela cidade, que o PTB estadual de olho nas eleições municipais do próximo ano, está fechado com o deputado estadual e ex-prefeito de Osasco Emidio de Souza (PT), que deve disputar a prefeitura osasquense e mais, que o vice da chapa será indicado pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), cujo presidente no Estado de São Paulo é o deputado estadual Campos Machado.

O sósia

Marquinho Souza, conhecido no meio político como Dateninha, em virtude de sua aparência física com o apresentador Datena, da Band, assumiu em 24 de outubro a presidência do diretório municipal do Solidariedade de Osasco e provavelmente, será por essa agremiação política, que ele deverá oficializar a sua candidatura a prefeito de Osasco nas próximas eleições. Em 2018 filiado ao Patriota, Dateninha foi candidato ao cargo de 1º Suplente da então candidata ao Senado pelo PSB Maurren Maggi

Eleições 2020

A Câmara Municipal de Carapicuíba irá realizar a palestra “ELEIÇÕES 2020 – NOVAS REGRAS”, onde serão abordados os temas referentes à impossibilidade de coligação partidária na eleição proporcional, prazos de filiação e de domicílio eleitoral, propaganda eleitoral, alteração na distribuição das vagas para os cargos de Vereadores, entre outros assuntos que sofreram modificações desde a última eleição municipal. A palestra será proferida pelo Advogado Edú Eder de Carvalho, militante no Direito Eleitoral e é aberta ao público em geral, futuros candidatos, dirigentes partidários e interessados na discussão do tema. Será realizada às 14 horas do dia 29 de novembro, sexta-feira, no Plenário da Câmara Municipal de Carapicuíba, na Travessa Virginio Pasine, 65, Centro.

Saindo fora
Há muitos meses circulam comentários de que o vereador Ricardo Silva (PRB) deixaria o partido e migraria para uma nova legenda partidária, provavelmente o PSD, cujo presidente do diretório municipal de Osasco é Lau Alencar. O que era especulação agora pode se tornar real, isto porque, Ricardo Silva faz parte da base de apoio ao prefeito Rogério Lins no legislativo e com o Republicanos (PRB) mudando nos últimos dias o comando na cidade, agora sob a presidência de Loraine Lindoso, esposa do oposicionista Dr.Lindoso, o vereador Ricardo Silva, no momento oportuno, irá filiar-se numa nova agremiação e tudo inndica que será o PSD.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here