Como ter um corpo de praia

JOGUE A SAIDA DE BANHO E VÁ SER FELIZ!

 

A estação mais quente aproxima-se e com ele a propagação de corpos esculturais cresce seja na mídia, nos ambientes de convivência como (trabalho, academias, casa, reunião de amigos, faculdades,etc ), e com a chegada da estação mais quente de brinde surgem as promoções de dietas milagrosas com uma proposta cada vez mais tentadoras, como é uma estação onde o corpo tendem a estarem mais exposto a busca pelo o estar magra é crescente e em algumas pessoas acaba por se deslumbrar por soluções emergenciais e rápidas.

 

A maior parábola dessas táticas que promovem milagres para chegar ao corpo desejado em intervalos de tempo escasso é que essa mesma loucura já foram repetidas diversas vezes em verões passados e se tornaram falidas, devido metas que não foram cumpridas no decorrer do ano e acaba retomando ao “projeto verão”.e volta a cair em estratégias totalmente lesivas afetando o corpo e a qualidade de vida, e acaba por não atingir o esperado e por final se esconde em roupas largas e saídas de banho pelo o fato de não aceitar sua condição física.

 

Existe situações danosas em abordagens desse tipo.

Primeiro: A forma física e o peso corporal não tem nada a ver com a estação que estamos,ou seja “verão” se internamente você está feliz,buscando uma linha mais saudável e se ainda não o atingiu o esperado,vá com calma,uma hora chega,agora esconder a sua auto estima em uma silhueta é imaturo e nada saudável e pior ainda deixar de frequentar ambiente por achar que não se encaixa naquele padrão de beleza.

Paraaa,joga essa canga e vá aproveitar essa estação tão linda.

 

Segundo: Nosso corpo é único e não somos massinha de modelar que a qualquer momento você manuseia e tem o corpo esculpido e perfeito, esse é o momento de refletir o que pode melhorar e colocar em pratica, não adianta ter a força de vontade,treinar e treinar,fazer dietas totalmente restritivas,apenas para caber naquele biquine tão sonhado,atitudes como essa só gera mais insatisfação e auto estima afetada, e essa não aceitação pelo o biótipo só leva as pessoas viverem aprisionado nesse universo de dietas e uma relação nada saudável com os alimentos. 

É preciso exercitar o respeito pelo corpo independente de estar no peso ideal ou não, ele é a ferramenta que sustenta toda a energia de uma rotina atribulada, honrar o corpo é ter a própria identificação e não se esconder em roupas largas, cada corpo tem a sua historia, suas cicatrizes e essa imposição esta deixando o mundo doente por padrões de beleza irreais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here