Por que estamos com medo?

Colunistas Erica Rodrigues

Nesse momento de crise, ouvimos diversas pessoas dizerem que estão com medo, como: medo de perder o emprego, medo de adoecer e “não poder” ir ao hospital, medo de não ter o que comer, medo de perder alguém da família, medo de pegar o vírus, medo de não conseguir pagar as contas, enfim, listaria mais um monte.

Primeiro vamos entender, afinal de contas o que é o medo?

O medo é um sinal de alerta, demonstra um perigo, são potenciais ameaças, ele sempre está presente nos seres humanos e sinaliza algo que as pessoas precisam tomar cuidado, é algo racional, ou seja, temos a capacidade de raciocinar sobre aquilo e controlar.

Em contra partida o medo não é só negativo, como ele nos deixa em sinal de alerta e avisa que precisamos tomar cuidado, muito provavelmente diante da situação ameaçadora nós faremos algo para nos proteger e minimizar a possibilidade de que algo ruim aconteça com a gente.

Então por exemplo: uma pessoa que dirige e tem medo de bater o carro, esse medo fará com que ela seja mais cautelosa, mais paciente e atenciosa no trânsito, a possibilidade dela se envolver em algum acidente provocado por ela, acaba sendo inferior.

Mas porque cada pessoa tem um medo diferente diante da mesma ameaça, por exemplo o coronavírus?

Um dos fatores que vai definir o medo que essa pessoa tem é a história de vida dela, o contexto em que ela vive, o prazer que ela tem em viver, as oportunidades que estavam surgindo e agora foi provavelmente paralisada.

Uma pessoa que já ficou meses ou anos desempregada, e viveu na pele as consequências e as dificuldades em lidar com a falta de dinheiro, essa será a maior preocupação dela.

Se a outra pessoa tem um prazer enorme em viver, ela terá medo de ser contaminada e que algo de mais grave aconteça (por menor que sejam as estatísticas).

Para cada um o medo terá a sua representação, conforme a sua visão de mundo. E não existe medo maior ou menor, o medo é individual e tem sua devida importância para cada ser humano.

Então minha dica é: calma, respira, se concentra, entenda o que você pode fazer para nesse momento minimizar o seu medo, não fique dependendo de terceiros para que isso ocorra.

Calma! Isso vai passar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *