Você honra a sua fome?

Fazer as pazes com a comida é um dos pilares para honrar essa ação, algo muito incompreendido nos dias de hoje onde contar calorias tem mais valor que o simples ato de se conectar com o alimento e comer com prazer sem se julgar ou ser julgado.

A fome é fisiológica e para honrar é preciso escutar o seu corpo e entender que ele dará indícios que precisa dos alimentos seja por uma dor de cabeça, perda de energia, falta de atenção e até o roncar na barriga. Fazer escolhas nesse momento demanda cautela para evitar exageros. Já que os sinais físicos quando está em modo restritivo tendem a dificultar o processo de identificação do quanto precisa ingerir e o quanto está saciado, por isso longos períodos em jejum não é adequado.

A estratégia de comer com atenção plena é útil para percepção dessa ação e determinante para a escolha, fazer a pergunta se está com “FOME OU VONTADE “ parece inofensivo, mas é de grande valia pra quem quer entender e honrar as ações fisiológica da fome. Quando geramos esse tipo de comportamento é mais fácil a programação e se manter dentro de uma qualidade e rotina de vida saudável sem táticas agressiva ao corpo. De nada adianta ter fome e não conseguir supri-la nutricionalmente, por isso o acesso a comida tem que ser possível para atender essa necessidade e demanda um planejamento.

Permitir-se comer de maneira incondicional não quer dizer que possa comer o que quiser para matar aquilo que talvez nem seja fome, entenda que fome fisiológica é aquela sensação onde a busca é por comida seja qual for, diferente da vontade de comer que nesse caso as escolhas oscilam, por exemplo, estou com fome de hambúrgueres, batata frita, salgados e etc.

Fazer as pazes com a comida e acabar com as tabelas mentais “contagem de calorias, pode e não pode, regras impostas, etc” permite perceber as sensações que o corpo emite.

Obviamente muitos terão dificuldade de mudar hábitos restritivos, pelo medo de consumir algo que gosta e não consiga ter o controle, mas é essa atitude que gera a perda da percepção da fome.

VOCÊ TEM  FOME OU VONTADE?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here